sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Saudade...


Saudade do amor que se foi, é olhar para uma foto, e sentir voltar o tempo naquele exato momento. É ouvir uma música e não conseguir controlar as lágrimas. É ter uma noite de lindos sonhos, e não querer mais acordar...

Saudade do amor que se foi, é ouvir o telefone tocar, e ainda assim, ter esperanças de ser ele. É querer gritar, sem motivos, ou talvez somente pra aliviar a profunda dor que fica presa no peito. É sentir o cheiro, fechar os olhos, e sentir que ele está ali nos abraçando...

Saudade do amor que se foi, é pedir a Deus todas as noites por um sinal, por um pequeno sonho, só para termos certeza de que ele não se foi de verdade. É olhar ao redor, e não ver nada além do vazio. É comer algo, e lembrar que era a comida preferida dele...

Saudade do amor que se foi, é chorar com tanta força, sabendo que não mais será dado um abraço ou um beijo, ou simplismente não mais expressar a imensidão do nosso amor...

Saudade do amor que se foi, é relembrar cada momento com tamanha intensidade como a do primeiro beijo. É sorrir ao lembrar do quanto fomos felizes. E chorar por tudo ter passado como o vento...

Amo você.

Abaixo deixo um vídeo do Renato e Dani, cantando "Linger - The Cranberries", do qual amávamos ouvi-los cantar!
"If you, if you could return..."

video

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

O padrinho do Lucas...


video

Um lindo vídeo do Renato brincando com o Lucas, seu afilhadinho, e uma foto mostrando seu amor e cuidado. Filmado e fotografado, respectivamente, há quase um ano atrás, pois o vídeo foi feito dia 25/12/2009...

Saiba que seu afilhado vai crescer e brilhar como você, Renato...

Te amamos muito! A saudade é infinita...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

"Em nome do sobrinho, do afilhado, do filho, amém!"


Carta escrita para o meu livro da vida, deixada pelo Renato em ocasião de meu aniversário:

" (Em nome da tia, da madrinha, da mãe, Amém)

Tia Marthinha,

Dezoito anos se passaram desde quando eu tive a honra de conhecer aquela que se eu chamasse de madrinha hoje, expressaria muito, mas muito menos que o significado dessa pessoa pra mim. Foi a primeira pessoa entre todas a me ver, a que me levou na escola a primeira vez, além de fazer a escolha do colégio sem deixar de esquecer o zoológico pra que eu não sentisse tanta falta da vida que eu levava na época, de fazenda, mato...

Pelo que consigo me lembrar, você nunca foi ausente na minha vida, nunca deixou de se lembrar de mim. Lembro que um dia, não sei qual o evento, na Barrinha, ia ter um foguetório; como você sabia que eu ficaria assustado com o barulho de tantos foguetes estourando, me levou pra dentro de um gol (vinho, se não me engano) e fechou a porta; ainda assim me assustei, mas garanto que foi bem menos. Outra coisa que eu não me esqueço é de quando eu me mudei pra Brasília, aquela época difícil, de 20 de fevereiro até 1º de maio de 2002, onde mexer comigo era duro. Eu tava sentindo muita falta da vida que eu levava, mas, de novo, a heroína foi você, que perdia o horário da academia quase todo dia, sem falar do trabalho, pra me ajudar. Foi graças a você que eu, mesmo muito jovem, discutia Feudalismo e Sociologia com os professores impondo todo meu conhecimento.

Dou muito valor até hoje em cada auxílio que eu recebi de você; tão valioso é que eu nunca me esqueci de qualquer ensinamento, e por isso você tem múltiplas funções na minha vida. Uma vez a psicóloga do Galois me chamou pra conversar sobre a vida e perguntou como eram minhas saídas pra festas. Eu respondi que minha avó quase nunca deixava, que era muito difícil, que “só se a tia Marthinha falasse com minha avó ela deixava”... Nesse instante ela me deu uma idéia brilhante, mas que eu ainda não tinha pensado: porque você não procura a “tia Martinha” antes? Caso resolvido, era só procurar a tia Marthinha que antes de falar com a minha avó que quando eu pedisse tudo já estaria resolvido, com a condição de informar lugar, carona pra ir e carona pra voltar. Simples! Mas que não o seria se não existisse quem? A tal da tia Marthinha.

Por isso, tia Marthinha, não ache ruim eu não te chamar de tia dinda, ou madrinha. Afinal, quem mandou você fazer isso tudo por mim, acabei dando toda importância a palavra tia e esquecendo todas as outras. Madrinha é pouco! Você é a tia Marthinha, diferente de todas as tias que já existiram ou irão existir. E ainda bem que eu estou digitando, evita molhar o papel.

Que Deus consiga retribuir tudo que você já fez por mim, por que eu nunca vou conseguir. Você sempre vai estar presente em toda oração que eu fizer.

Parabéns pelo seu dia, parabéns pela sua trajetória, parabéns pela sua determinação em mostrar pra si do que você é capaz. Ainda vou ser igual a você!

(Em nome da tia, da madrinha, da mãe, Amém) "

Em resposta, o meu agradecimento deixado à ele:

" Em nome do sobrinho, do afilhado, do filho, Amém!

Amado, sua mensagem foi uma das que mais me emocionou. Confesso que tive que interromper a leitura para me recompor e terminá-la algum tempo depois.
Sim, fui a primeira pessoa a te ver, mas antes disso já acompanhava seu crescimento na barriga da sua mãe! Acho até que sentia as mesmas sensações que ela sentia, tamanha era nossa ligação. Na época da sua gravidez, sua mãe ficava muito na nossa casa e passava uma novela na Globo (das 18hs), cuja abertura era de uma mulher gestante e tocava uma música do José Augusto - "Aguenta coração". Enquanto aquelas imagens da gestante passavam, eu só imaginava vc crescendo! Ficava imaginando seu rostinho, seus bracinhos, perninhas, seus dedinhos!
Desde aquele momento já ficava ávida com sua chegada e já te amava!!! Por isso digo que minha ligação com vc é visceral, embrionária!
E assim fui acompanhando cada passo seu. Fazia questão - e adorava que seus pais me permitissem isso!
Te levar e te deixar na escola foi um parto! Nossa! Qto sofrimento! Que vontade de te pegar nos braços, enxugar suas lágrimas, te levar para casa e te dizer que estava tudo bem! Não, não podia fazer isso. Vc tinha que seguir seu caminho, mesmo que custasse um pouco de dor. Vc acabou acostumando com aquela história e até passou a gostar da escola. Lembro-me o dia de sua formatura no Jardim!!! Qta emoção!
E assim o tempo foi passando, não é? Tempos de Rosário, que foi outra luta para vc ir para a escola!!! (será que essa luta não vai acabar nunca????)
Qtas vezes eu estava chegando para a aula no Ceub, pela manhã, e minha mãe me ligava dizendo que vc não quis ir para a aula... Aquilo acabava comigo... voltava correndo para casa...
Alguns momentos ficava tão desesperada que cheguei a te machucar. Aquela ferida pode não ter deixado marcas na sua frágil mãozinha, mas fique certo que está cravada no meu coração. Não me perdoo por ter feito aquilo e me machuca mto toda vez que lembro... mas a vontade de te ver numa escola boa, a vontade de te ver crescer e desenvolver era tanta que me deixava cega. Errei bastante com vc, garoto! Entretanto, a intenção sempre foi te ver bem, realizado, homem feito e feliz. Para isso nunca medi esforços, apesar de não raramente me sentir incapaz e impotente.
Depois veio o Galois, as primeiras saídas à noite, a primeira namorada... Gostaria de reescrever algumas situações, fazer de novo, para fazer melhor. Mas o tempo não volta e só me resta pedir a Deus que te abençoe e te faça feliz e que me perdoe pelos meus desacertos.
Vc pode me chamar do que quiser, pq será sempre meu garotinho que amo tanto.
Ainda bem que estou digitando, pq senão o papel já estaria molhado!!!
Não seja igual a mim, seja melhor. Vc é capaz. Sempre soube da sua capacidade. Capacidade de conversar com todo mundo, de ter assunto e conversa boa, de interagir, de fazer as pessoas se sentirem bem, de rir, de cantar! Isso se chama "inteligência emocional" (já ouviu falar? hj se fala que tem sucesso aquele que tem inteligência emocional), sem falar da sua rara inteligência intelectual.
Por isso te digo mais uma vez:
Meu filho, valorize seus estudos - é isso que vai te dar autonomia e independência. Leve isso a sério.
Fico a imaginar vc, no seu belo escritório, de terno, com um monte de secretárias e mais um monte de clientes! Sonhe grande, pense grande que suas realizações serão grandes. Esforce-se para tal.
Conte comigo sempre. Para o que der e vier.
Amo você um tantão assim!
Em nome do sobrinho, do afilhado, do filho, Amém!
(adorei isso!) "

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Vídeo - Vitor e Renato

video
show Bom d+

as melhores musicas são as que vem do coração.
e quando se canta com um amigo do peito
seu coração se multiplica por 2 batendo no ritmo perfeito.
som este que atinge outros corações
fazendo a musica se tornar a mais linda melodia de amor
durando assim para sempre

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A melhor farra q pudiamos ter feito...


...Final de semana normal, como sempre faziamos farra (e quase sempre eram na ksa da Nilma) , e nesse dia convidados inesperadosss .... no começo eramos uns 10 mais,mais tarde ja eramos uns 20 ou 30...ehehhehehhehehehhe
uns agnt neim conhecia >>> Renato, Fred, Esther, Maria Paula e mais alguns (eram desconhecidos até intaum) mais serio valeu mto apena ter conhecidos tdos vcs e principalmente o Renato...
O Renato até na metade da festa ja conversava com tdo mundo, pessoas q ele nunk tinha visto ow se quer trocado qq palavra... esse dia foi mto bom ,mais tarde qdo tdo mundo já de grau combinamos de toca violão e canta algum modão ??? tdo mundoo bora vamu lá...aí perguntei se alguem tocava ow cantava q seja...e o Renato foi o primeiro a se oferecer, ninguem deu nada por ele ,achamos normal...qdo pra surpresa de tdo mundo...ele começou e tdo mundo parou pra ouvir ele tocar e cantar ...surpresa ele cantava mto ...
E naum era uma música ou outra era qq uma q vc pedisse , algumas marcaram a noite mesmo ninguem sabendoo era novidade..." Fugidinha" e "Inventor dos amores" eram as mais pedidas!
Depois disso tdo mundo sempre chamava o Renato pra festas ou qq farra q tivesse aqui em minas...e naum só chama por chamar ele vinha msm ,naum tava neim aí com a distância...
E qdo chegava por aqui era animação total agnt bebia e cantava a noite tda, era farra d+++ com ele....fez a diferença enquanto aqui esteve...
Você Renato teve uma passagem curta aqui na terra , mais saiba fez a diferença e foi feliz enquanto esteve entre agnt...
"DEUS VAI TI CONSERVAR SEMPRE EM UM ÓTIMO LUGAR"
Abração bother...
Estaremos sempre com vc na memória e em tdas as lembranças!!!
SAUDADES!!!



Amor de Prima!


Bom,
Contar histórias vividas com o Renato não é difícil... o difícil é saber selecionar... são tantas.. e cada uma com um toque especial... cada uma com o toque Renato de ser... tornando tudo mais engraçado, mais "adrenalizante", mais diferente, mais essencial... tão essencial que por enquanto tá tudo sem graça sem ele.
Para os que não sabem sou prima dele...Posso dizer que nossa amizade era algo muito significativo, ele era quase meu irmão... meu companheiro de estrapulias, de baladas, e muitas vezes, meu conselheiro... por mais que eu não quisesse ouvir o que ele tivesse pra me falar...
É até engraçado ouvir minhas tias falarem que quando pequenos éramos como gato e cachorro porque depois de crescidos sempre estivemos juntos. Tia Marthinha diz que quando nasci, um ano após ele, era como se ele tivesse perdido o trono de bebêzinho da família para a nova princesinha que tinha chegado... rsrsrsrs... talvez por isso tantas perseguições e brigas... mas isso é coisa de criança, não?!
Quando ele se mudou de PB para Bsb nos tornamos mais amiguinhos... fazíamos inglês juntos todas as tardes no horário especial de 13h às 14h... e quanto terminava... era a tarde toda jogando The Sims na casa da vovó... rsrsrsrsrs!!
Fomos crescendo e mundando as atividades... agora não era mais brincar no computador, alugar filme... criamos mais responsabilidade e nos entregamos mais às coisas do mundo... estava no momento de estudar, procurar estágio, sair, beber, dançar, se divertir até não poder mais, e claro que não poderia faltar... CANTAR!!!
Nossa, quantas vezes brincamos que faríamos a versão "Mariana Cecília e Renato Rodolfo"... era muito divertido... Já que comentei disso aqui preciso fazer um parêntesis... muitas vezes, digo repetidas vezes inclusive, ele se fazia de bobo comigo porque eu sempre pedia uma música que ele tinha acabdo de pedir... o diálogo era simples o suficiente pra nos fazer dar boas gargalhadas...
Renato: Vai Mariana, puxa aí "coisas exotéricas"...
Mariana: Não Renato! Essa não! Vamo aquela assim... a minha cabeça está viradaaaaa....
Renato: Ah tah... essa... então vai...
... coisas exótericas me passam na cabeça, vou logo dizendo antes que eu me esqueça, coisas bem malucas como te amar, te amar, te amar, amar.. sentimento louco um amor bem profundo, acho que DESLIGAREI-ME (como a gente SEMPRE cantava) desse mundo antes que enlouqueça esse meu coração...
Mariana: Eitaaaaa.. é a mesma músicaaaaa!
Renato: Eh....?!

Voltando neh...
Foram ótimos momentos e inesquecíveis que passamos juntos... tanto com os amigos, quanto na família...
Ele sempre contribuía para o meu repertório sertanejo.. talvez tenha sido ele quem despertou essa minha paixão sertaneja... todo dia que a gente se encontrava... tinha que ter música...
Vítor e Renato ?! Ah, a dupla que eu sou fã número um ?! Pois eh.. muitos sabem o quanto é difícil tentar ouví-los pelos vídeos por aí... Nunca me controlei ao filmá-los... então todas as gravações são dotadas de berros escandalosos.. hahahahaha.. Mas ,afinal, quando vamos a um show temos que interagir não é não?! Sempre fiz minha parte muito bem feita! hahaha
Aos poucos tentarei ir contando historinhas nossas.. mas quis deixar aqui só umas palavrinhas que demonstrassem um pouquinhoo do imenso amor que guardo no meu peito por esse priminho quase irmão...
Sinto muitas saudades... Mas, acima de tudo, confio plenamente em Deus e sei que Ele tem seus planos para todos nós... É difícil compreender Seus desígnios, por isso é melhor simplesmente aceitarmos e esperar pelo bem maior que está por trás de tudo... Pelo menos agora temos mais alguém que olha por nós lá do céu...

RENATINHOOOOOOOO, TE AMO MUITÃOOOOOO!!!

"de você não esqueço jamais..."


Hoje queria falar para o Renato. É incrível como a gente sente mais falta de coisas ou pessoas quando percebe que de fato perdeu, o ser humano tem esse defeito. Esta semana tem sido mto difícil pra mim, não paro de sentir sua falta meu amigo, sei que lê este blog vc não vai, mas escrever é uma forma de desabafo, uma forma que o nosso coração encontra de falar algo para alguem que não mais está entre nós, ah!! como eu queria que vc visse o que estou escrevendo!
Sabe, esta foto foi no dia 20/08/2010, exatamente o dia do meu aniversário e o último dia que eu te vi, que eu te abracei! quem diria que este seria meu último presente dado por vc, meu último tchau pra você bem no dia do meu aniversário. Tantas coisas ficaram entaladas, que eu queria ter te falado e que por vergonha a gent as vezes não fala, queria ter tido coragem de falar o quanto eu TE AMO, por que amigos amam uns aos outros sim!, queria ter brigado com vc por vc nao me responder no msn na hora só depois qnd eu já tinha saído, queria ter te encontrado todos os dias no ceub, queria ter te ligado quando fui à roda do chopp!, queria ter falado o tanto que sentia sua falta e que quando juntava o pessoal todo da nossa turma se vc n estivesse pra mim nao tinha graça! mas não disse! sab pq?! pq a gente acha que os amigos vão estar sempre ali, sempre entendendo a sua ausência de vez em quando, sempre achando bom pelo menos se encontrar em um aniversário, a gente acha que toda vez q nos encontramos e falamos "ahhh vamos marcar mais vezes" podemos ou nao cumprir logo no próximo fds pois eles sempre estarão lá. E eu levei um tapa de luva na cara, pois isso é errado e pode não acontecer! comigo aconteceu exatamente isso, fiquei de combinar mais pra frente pra gent ir pra chácara, e foi bem no fds que a gente ia que eu te perdi! quis chamar para sair mas como já estava lá, preferi chamar outro dia, e não tive oportunidade, e nao falei o quanto vc era especial mesmo sentindo essa necessidade, espero que vc tenha sentido isso em gestos! Rê, como eu me sinto culpada de ter demorado tanto pra te reencontrar! foi um presente de aniversário que me foi tirado! Vc não sabe como tem sido duro suportar a sua ausência definitiva, digo definitiva, pois a gente estava ausente um do outro desde o dia 20 de agosto, mas era uma ausência passageira, que eu sabia que da próxima vez que a gente combinasse algo ia te ver de novo, eu sabia que vc estaria alí pra quando eu precisasse mesmo que nao te vendo. Agora me sinto mal por nao ter dito e te abraçado bem forte queria ter feito isso, mas sabe o que mais me deixa aliviada?!
É que msm nao feito tudo isso vc foi o ultimo a ir embora do meu aniversario, parecia que minha mae estava sentindo que aquele ia ser meu ultimo momento com vc e toda hora fazia vc ficar mais, toda hora que vc dizia "agora é a saidera, e eu vou" minha mae dizia "nao renatinho fica mais" e vc ficava, e cantava pra mim e para os meus familiares qua ainda estavam lá! Caaraa PQ tinha q acontecer isso?! a gente ainda tinha mto oq cantar além de "sorry i cant be perfect" ou "s.o.s do jonas brothers" ou rebeldes! a gent tinha mto maaaais! eu keria mto mais. E é por isso que toda vez que eu ouço "fugidinha" eu lembro de vc e choro, choro de saudade, de tristeza por mim, por nao ter conseguido fazer e dizer tudo que a gente deve dizer aos amigos e nao deixar para depois! de tristeza tbm pq vc n ta mais aqui, nao vou mentir falando que nao estou triste queria vc aki de volta! do meu lado, me chamando de gizona, ouvindo vc falar e parar, ouvindo as suas besteiras te ligando pra desejar feliz natal como todo ano eu fazia! te enchendo o saco pq seu aniversário era dia 1 de abril dia da mentira! mas a tristeza fica consolada qnd penso que o lugar q vc está é perfeito, digno de uma pessoa como vc!
Meu amigo, eu te amo, eu sinto a sua falta e estou te dando exatamente agora o abraço mais apertado que nao dei!
e por último deixo aqui uma música que traduz exatamente TUDO o que sinto e quero dizer:

" (...)Cenas do meu filme em branco e preto, que o vento levou e o tempo traz. Entre todos os amores e amigos, de você me lembro mais. Tem pessoas que a gente não esquece, nem se esquecer (...) Desenhos que a vida vai fazendo, desbotam alguns, uns ficam iguais, entre corações que tenho tatuados, de você, não esqueço jamais..." - 'Minha vida' Rita Lee.

Obrigada Rê!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

TUDO graças a ELE...


Estava desorientada com os papéis da transferência .. a matrícula da antiga faculdade já estava aberta e ainda nem sabia prá qual faculdade eu iria transferir aqui em BSB. No início não tinha dúvidas.. seria na JK, mas nada dava certo, as matérias não batiam muito. O Renatim fazia o mesmo curso que eu, então fui pedir opinião prá ele. Ele me indicou a UDF, e ficou super animado prá eu ir prá la, disse que íamos ser colegas em algumas matérias e disse que era melhor que a JK. Fiz um interrogatório prá ele de como era essa faculdade, e ele sempre bem disposto em me ajudar .. Eu precisava de alguém prá levar os papéis prá mim na tal faculdade, prá primeiro eles analisarem a grade horária e ver se seriam aproveitadas muitas matérias. Acho que antes de me preocupar com isso ele se ofereceu a me ajudar, disse que eu podia mandar os documentos prá casa dele e que ele levava na UDF prá mim.
Uma amiga de Uberlândia mandou os documentos pro endereço que ele tinha me passado. E eu naquela aflição, acreditava que era a única e última chance de mudar prá BSB. hehehe
Os dias passavam e nada desses documentos chegarem prá ele .. ele me ligava praticamente toda hora prá saber se eu tinha mandado certo, prá mandar eu ligar no correio, rsrs, acho que ele tava mais nervoso que eu. hahahaha
Os dias da transferência na UDF ja estavam terminando .. os da matrícula na UNITRI [onde eu estudava] ja tinha acabado, e eu sem faculdade nenhuma ainda.
Já estava era desistindo... aí o Renatim me liga: "Paulla do Céu, acredita que a minha vó tinha guardado os seus documentos achando que era pro meu avô, porque não sabia que eram prá mim, e já chegaram tem uns 5 dias. kkkkkkkkk". Aí eu pensei, corre então prá ver se da tempo.
Ele foi na faculdade, entregou os documentos e me liga numa felicidade enorme, falando que eu ja podia arrumar minhas malas e pegar o primeiro onibus prá Brasília porque as aulas já tinham começado havia uma semana. Ele pagou tudo prá mim, me lembro que na época tinha dado 30 reais [só não me lembro de que], aí eu perguntei ele quanto era e qual a conta prá eu transferir, ele so me disse: "Vem logo, agente sai prá comemorar e você paga uma cerveja prá mim que ta tudo certo". hehehe
Vim neh .. fiz a matrícula, e era uma quarta feira meu primeiro dia de aula [uma semana e meia depois que já tinham começado as aulas] ... quando eu cheguei na UDF, não conhecia NINGUÉM, a primeira pessoa que me veio na cabeça foi o Renatim. Liguei desesperada: "Renatim, vem na sala tal ficar aqui comigo que eu to quase chorando e saindo correndo daqui. Que vergoooonha." Lá vai o Renato, ria taaaaanto .. ficou comigo na sala até a aula acabar, e ainda me levou embora prá casa. Sempre me ligava na UDF prá saber onde eu estava e ia la conversar comigo. Era incrível como aquele menino conhecia TODO MUNDO na faculdade, sério. Todo lugar que agente passava, ele cumprimentava alguém :) E foi assim, praticamente todos os dias até eu me acostumar e conhecer o pessoal.
E fora as duas horas e meia que ele passou comigo na FÁCIL prá arrumar meu passe escolar. hahaha [sem exageros].
Hoje eu falo sem dúvidas alguma que foi ele, um dos maiores responsáveis por eu estar realizando um dos meus maiores sonhos, que era vim estudar aqui, onde eu sempre acreditei que fosse o melhor prá mim.

Uma pessoa incrível .. tinha um caráter inquestionável.
Sempre disposto a ajudar .. animado .. trazia sempre um sorriso no rosto, por mais difícil que fosse a situação, ele não deixava a 'bola cair'.
Hoje, SEM DÚVIDAS, ele alegra os anjos no céu .. e agente fica aqui na Terra, com uma saudade enorme no peito, até o dia em que todos nós nos reecontraremos novamente .


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

"Vô pedir uma cuié"


Como sempre as lembranças que eu tenho do rê são de descontração, de alegria.
Nesta foto foi do mesmo jeito.
Estávamos do Porcão comemorando que o Vagner (um amigo nosso do galois) tinha passado no vestibular da unicamp, e então como não podia faltar uma pérola do rê, foi o que aconteceu.
Dá para ver na foto que ele está com um garfinho na mão, e o cara tava que passava com carne etc.. etc, e na nossa mesa estavam as guarnições (arroz, feijao tropeiro etc..) e daí vira o rê olha pra mim e fala:
- Aow Gizona vô pedir uma cuié pra comer isso aqui!
e daí eu rí que só! como sempre ele fazia eu ficar. ÉEEE rezão! até hoje quando eu e a banana saímos fazemos a msm piadinha TRINTA vezes por causa de vc e falamos "vamo pedir uma cuié pra comer isso aki". Você sempre tinha essa vontade de me fazer rir, por mais que inconscientemente, mas sempre me deixava com um sorriso no rosto.
E é por isso que esses dias tem sido tão dificil escutar musica sertaneja, acho que meu coração ainda nao consegue digerir a idéia de nao me remeter à você quando ouço uma musica sertaneja qualquer que seja.
Sabe que este blog está me ajudando?! é bom ter essa sensação de que todos os acontecimentos que estão nesse blog acabaram de acontecer, e não morrerão jamais!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Gente fina desde criança!

Bom, a gente se conheceu no Colégio Santa Dorotéia, em brasília quando eramos muito pequenos, ele era bem tímido e não falava com muita gente, mas um dia no parque la da escola a gente conversou por uma hora sem parar em cima de um brinquedo que tinha la, e so ficamos falando do tanto que era bom ir pra fazenda hehehehehe, me lembro da conversa como se fosse hj!
So que no fim do mesmo ano, ele saiu da escola e então perdi o contato com ele, eu sabia que o pai dele era prefeito de Padre Bernardo e tudo, mas nunca me encontrei com ele de novo, ai um dia muitosss anos depois eu estava em uma festa em Padre Bernardo e um amigo me disse "cara, vem ca que eu vou te apresentar um amigo meu, gente boa demais!" ai me apresentaram ele e eu achei ele com cara de conhecido, mas deixei pra la, ai uns 10 minutos depois eu pensei "eita!! sera que eh o Renato?", fiquei com aquilo na cabeça pensando como que eu ia ter certeza de que era o mesmo Renato, e ai lembrei da cicatriz que ele tinha nos labios (coice de mula :O), quando fui ver...era ele! Quando cheguei pra falar pra ele quem eu era e de onde conhecia ele, ele olhou pra minha cara e disse "Ricardinhooo!!!" e ja veio me dando um abraço, ai a noite foi boa demais, conversando ate dizer chega, eu curioso pra saber por onde ele andou e ele tb!!
Depois disso a gente se encontrou demais na cidade la, vi varios shows dele e do vitor (os caras cantavam bem mesmo ne!!) quando ele me via, falava la do palco "aooooo meu amigo Ricardinhooo" hehehehe
Foi bom demais a gente ter se reencontrado!!!!
So que ai, eu parei de ir muito na cidade por conta dos treinos e corridas e so falava com ele por msn, mas nao tive mais a oportunidade de me encontrar com ele, mesmo morando na mesma cidade que ele!
Ai agora, fui embora do Brasil e ficou mais dificil ainda, ai dias atras ele tentou falar comigo e eu nunca tive a chance...
Fato que era bom demais sair com esse garoto, animadooo ate dizer chega!
Bom foram assim os nosso momentos...carregados de alegria e diversão!!!
Nunca vou esquecer!!!!!!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

"Butei aliança nela"


Bom, tenho tantos aconteceimentos do rê na minha memória que irão precisar milhares de postagens para contar todas, na verdade todos que estão aqui devem ter, e isso que é o mais admirável nele, esse brilho que o fazia conquistar cada dia mais amigos de todas as idades.
Esta foto marca um dia que todo mundo que era da nossa turma lá do galois lembra e até hoje falamos muito no que ele disse, que pra variar era MUIIITOO ENGRAÇADO! eu e o rê usávamos o mesmo modelo de aliança, então toda vez que nós saíamos ela tinha que me envergonhar falando algo que envolvesse isto, então fomos comprar um sorvete no Mc Donalds e ele falou:
- Moça (daquele jeito que ele falava, parando de falar ao msm tempo), uma casquinha mista pra mim e uma de baunilha pra ela, e me abraçou
Naquele momento eu já pensei "ihhh lá vem o renato querer me passar vergonha de novo", então a moça curiosa perguntou - Ahh a aliança de vcs é bem bonita! e o rê responde:
- É moça BUTEI A ALIANÇA NÉLA, com o maior sotaque de caipira e me puxou dizendo:
- Vamo MUIÉ esses trem de MC DONALDS é BÃO demais vamo comer pra lá!
Eu não sabia aonde enfiar a cara de vergonha.. e a mulher morrendo de dar rizada da gente!
Na hora foi tãaaoo engraçado que eu não conseguia parar de dar rizada e o pessoal qnd me perguntou oq era eu contei, e até hoje , qnd alguem começa a namorar e coloca aliança ou lembra do rê, nós falamos "BUTÔ ALIANÇA NÉLA" e é só motivo de lembrar dele com alegria, na verdade não consigo lembrar dele de outra forma, ele SEMPRE estava falando alguma besteira que nos fazia rir!
como as frases que quase todo dia ele soltava:
- Ôhh vontade de ser corno!
aí qnd td mundo olhava ele dizia: PASSSOU!! PASSOU!
ou a que mais ele falava:
-Uâi Kenji!
que essa pegou de um jeito que todo mundo só falava com o Kenji assim!
Entre outras que é melhor deixar para uma outra postagem!
o que mais eu sinto falta é de ouvir ele me chamar assim " ÔO GIZONA!" ou entao de dançar forró no meio da aula comigo e com a banana (bruna) com a maozinha lá em cima cantando "sem vc.. sem vc... nem o tempo me faz compania ... sem voocêee!".
Quem diria que hoje seria sem você ... êeee rêzãaaoo que falta vc faz MEU AMIGO.
Pois é galera hoje só tenho lembranças LINDAS dele, mto engraçadas... e para ser sincera eu NUNCA vi o rê sério, era sempre com aquele sorriso no rosto!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Aviso os visitantes do blog:

aos visitantes do blog
todos podem fazer e/ou postar coisas sobre nosso amigo Renato
aqueles interessados em escrever
e de participar de forma mais ativa do Blog
assim contando historias sobre nosso companheiro
ou até casos parecidos com o dele
coloquem aqui seu e-mail para receber o convite....
lembrando que para comentar é facil
entao mãos a obra
=D
gui

sábado, 27 de novembro de 2010

O humor, alegria, alto-astral...


Aqui vai algumas passagens da qual eu e Guilhermão lembramos agora, e sabendo que não passa nem perto de ser todas, cada um comente alguma frase, alguma brincadeira que lembra que o Renato fazia sempre... rs


- "Guilhermão, meu sonho é te ver pegando alguém!"

- "pra tá melhor, eu só precisava de uma cerveja... (...) ixi, agora tá perfeito! =P"

- "vamo comprar picanhaa! ali ó, ta na promoção..."

- "já tomou sub-zero, Guilhermão? nossa, é a melhor cerveja do mundo! (...) ...Guilhermão toma e: caraca, Renato! isso é uma bosta! ahuahauah..."

- "para de fumar, Cholas!"

- "pra Mariana chegar em primeiro lugar em uma corrida, é só amarrar uma cordinha com doce na frente dela, que ela vai correr pra sempre, tentando pegar..."

- "Guilhermão, vamo? Guilherme: VAMO! mais pra onde? huhauhauhau..."

- "Renato chega abraçando a Mariana e olha com cara de desentendido e diz: eita! me enganei, achei que fosse a Maria Paula!"


Abraço! Fiquem com Deus...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Eterno em nossos corações

A sua alegria faz muita falta em nossos corações e nossas vidas... Seus amigos, 'suas' famílias (pois conquistou várias), colegas de trabalho ou simplismente conhecidos... Enfim, não existiu alguém que não tenha se encantado com seu jeito simples e carinhoso, ou vivido qualquer momento que seja, curto ou longo, inesquecível ao seu lado...
Hoje, nossos olhos enchem de água quando lembramos que não iremos mais te ver, ou ouvir sua voz a cantar por ai, mais a fé e a certeza que está em um lugar maravilhoso ao lado do Papai do Céu nos conforta!
Tenho certeza que a quantidade de orações e energias boas, estão te fazendo um ser mais iluminado do que sempre foi. E isso é devido à quantidade de corações que você conquistou e marcou aqui nesse mundo!
Onde estiver, estará sempre em nossos corações, e em nossas melhores lembranças!
Amamos você...

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Amor, pra sempre...


Sempre com um sorriso no rosto, sempre cantando e encantando... Amoroso, amigo, companheiro, apaixonado pela vida!!! Viveu intensamente, sem deixar nada pra depois...
Toda vez que cantava, arrancava suspiros, olhares encantados, gritos de alegria, e até choro de emoção(sou prova)... Você nasceu pra brilhar, Renato... Pode ser q tenha cumprido sua missão aqui nesse mundo, mas continua brilhando nos corações de muita gente!!!
Obrigada por ter sido tudo que foi pra mim!!! "Nos meus sonhos, na memória, na minha respiração... No meu cheiro, no meu sangue, dentro do meu coração..."

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Amigos para sempre!

Nos 3...

companheiro toddinho kkkkk
aquele companheiro de aventuras...
aquele q diz ``vamos guilhermão?``
e q eu respondo sempre ``vamos`` antes mesmo de perguntar pra onde.
Agora não posso mais acompanhar...
porem agora você é que me acompanhará para onde quer que eu vá meu irmão.

Guilherme Mazzaro

Depoimento enviado ao Guilherme

Esse depoimento foi enviado pelo Renato ao meu Orkut quando ambos estávamos sofrendo por amor
hauhauahauahuahua
o vida amargurada.....


``Eu sei o que faço com meu coração
Eu tenho todo o controle da situação
Todo caminho que eu sigo me leva onde eu quero

E se eu tento fugir, eu fujo
Tem jeito, razão ainda está aqui
Eu sigo todos os meus instintos e não sofro

E se eu me entregar, vai rolar
Sou sadio, apaixonado, e tenho razão
Se for de qualquer jeito, eu vou cuidar de mim
Não penso em desistir, mesmo que qualquer um diga que não

Meu coração apaixonado, feliz e tranquilo
Não quer nem saber do inventor dos amores
Essa paixão nunca vai me deixar mal

Se eu quiser amar, vou ser amado
Sou o seu amor, não o seu escravo
Se eu quiser, não vai ter ponto final
Se não quiser: adeus, tchau, tchau!

Lê isso aí e vamo parar de sofrer``




Guilherme Mazzaro