sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Saudade...


Saudade do amor que se foi, é olhar para uma foto, e sentir voltar o tempo naquele exato momento. É ouvir uma música e não conseguir controlar as lágrimas. É ter uma noite de lindos sonhos, e não querer mais acordar...

Saudade do amor que se foi, é ouvir o telefone tocar, e ainda assim, ter esperanças de ser ele. É querer gritar, sem motivos, ou talvez somente pra aliviar a profunda dor que fica presa no peito. É sentir o cheiro, fechar os olhos, e sentir que ele está ali nos abraçando...

Saudade do amor que se foi, é pedir a Deus todas as noites por um sinal, por um pequeno sonho, só para termos certeza de que ele não se foi de verdade. É olhar ao redor, e não ver nada além do vazio. É comer algo, e lembrar que era a comida preferida dele...

Saudade do amor que se foi, é chorar com tanta força, sabendo que não mais será dado um abraço ou um beijo, ou simplismente não mais expressar a imensidão do nosso amor...

Saudade do amor que se foi, é relembrar cada momento com tamanha intensidade como a do primeiro beijo. É sorrir ao lembrar do quanto fomos felizes. E chorar por tudo ter passado como o vento...

Amo você.

Abaixo deixo um vídeo do Renato e Dani, cantando "Linger - The Cranberries", do qual amávamos ouvi-los cantar!
"If you, if you could return..."

video

2 comentários:

  1. "Agora toda a vida
    É só passar o tempo
    até que mais uma vez
    Seus olhos olhem dentro dos meu"

    Já não existe mais palavras para dizer o que é perder alguem que se ama.

    ResponderExcluir